Terra Simão - Construtora de valor

Próximo Anterior
  • Chery inaugura fábrica em Jacareí e anuncia aporte de R$ 50 milhões

    Anúncio de centro tecnológico foi feito em evento nesta quinta-feira (28).
    Unidade no interior de São Paulo é a primeira da empresa fora da China.

    Chery inicia as operações em Jacareí de sua primeira fábrica fora da China

    A montadora chinesa Chery inaugurou no início da tarde desta quinta-feira (28), em Jacareí, interior de São Paulo, sua primeira fábrica no Brasil e anunciou um investimento de R$ 50 milhões em um centro de pesquisa e desenvolvimento no país.

    “No futuro, provavelmente a partir de 2018, a Chery terá um automóvel pensado, desenvolvido e produzido especialmente para o mercado brasileiro. O centro de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) também vai atuar no desenvolvimento de novos modelos para a América Latina”, afirmou Luis Curi, vice-presidente da Chery no Brasil.

    O local onde o centro será implantado ainda não foi definido pela empresa, mas há a possibilidade do investimento ser feito no Vale do Paraíba por conta da proximidade com a fábrica de automóveis.

    "O centro de P&D será um instrumento para melhoria contínua. São José dos Campos é uma candidata fortíssima por estar perto da fábrica, mas ainda devemos estudar todas as possibilidades", disse Curi.

    Além do anúncio do novo aporte, a Chery investiu cerca de U$ 400 milhões na unidade do Vale do Paraíba que foi inaugurada nesta  quinta-feira. A fábrica, que começou a ser erguida em 2011, emprega atualmente 300 pessoas, mas a estimativa da montadora é de chegar a 3 mil funcionários entre 2017 e 2018. Cerca de 30% dos atuais funcionários são de profissionais demitidos da fábrica de São José dos Campos da General Motors.

    O evento de inauguração contou com a presença do vice-presidente Michel Temer (PMDB), do governador Geraldo Alckmin (PSDB), do prefeito de Jacareí Hamilton Mota (PT), além de secretários do governo estadual e diretores da montadora no Brasil e na China. A planta da Chery no Brasil fica em uma área de um milhão de metros quadrados em Jacareí, no Vale do Paraíba. Na mesma região, outras montadoras como Volkswagen, General Motors e Ford mantém parte de suas atividades no país.

    Com sua primeira fábrica no Brasil, a montadora espera alavancar as vendas no país, alcançando 3% de participação no mercado nacional até 2018. Atualmente, no acumulado deste ano, a Chery tem 0,27% de participação em vendas de automóveis e comerciais leves, segundo dados da Anfavea, a associação das montadoras. Segundo os dados, alcançar 3% seria mais do que a Nissan tem atualmente, contando os emplacamentos de janeiro a julho deste ano, e seria o equivalente ao que as francesas Peugeot e Citrôen têm juntas.

    Produção
    A montadora informou que o Celer, primeiro modelo a ser fabricado em Jacareí, inicia sua produção nas versões hatch e sedan com mais de 50% de índice de nacionalização. O veículo é atualmente trazido da China. Segundo a montadora, o índice de nacionalização deve crescer com a implantação do centro de pesquisas.

    O Celer "brasileiro" deverá ter diferenças do modelo importado. Em junho passado, a montadora divulgou uma foto do carro como uma unidade "artesanal" produzida em Jacareí (veja ao lado), uma vez que o maquinário ainda não estava todo instalado.

    Até dezembro será feita a fabricação em pré-série do modelo - cujos carros não serão colocados à venda. A produção dos veículos que serão comercializados só começa em dezembro. No primeiro ano de funcionamento, a montadora estima que 50 mil carros serão fabricados.

    QQ e um SUV
    Até 2018, a montadora espera aumentar o número de veículos fabricados para 150 mil por ano. No último trimestre de 2015, vai incluir na linha de produção outro hatch, o QQ, que também é importado atualmente e, na época de seu lançamento, em 2011, foi promovido como "o carro mais barato do Brasil".

    Em Jacareí deverá ser fabricada a nova geração (veja avaliação), lançada em 2013 no Salão de Xangai, e que, primeiramente, será importada para o mercado brasileiro.

    A partir de 2016 um SUV será produzido na unidade, mas a Chery não confirma se será o Tiggo, que já é vendido no Brasil, também vindo da China, ou se haverá um projeto exclusivo para o mercado brasileiro.

    Motores
    Além da unidade para fabricar carros, a montadora investiu US$ 130 milhões na implantação de uma fábrica de motores também em Jacareí. A unidade pode gerar mais 800 postos de empregos diretos na cidade e está instalada em uma área a cerca de 5 km da fábrica de veículos.

    Segundo a Chery, a unidade será responsável por abastecer a produção de veículos da montadora e segue basicamente o mesmo cronograma da fábrica de veículos. Na unidade, serão desenvolvidos motores 1.0 e 1.5 que serão utilizados no Celer.

    FONTE: http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2014/08/chery-inaugura-fabrica-em-jacarei-e-anuncia-aporte-de-r-50-milhoes.html

    tags: Jacareí; Chery; indústria; investimento, inauguração; fábrica
ÚltimasNovidades